domingo, 6 de julho de 2008

Esse cara.

Batata de Aline Dias: "Eu quero a história de envolvimento entre duas pessoas que não se gostam, nem gostariam de estar se envolvendo. E trilha sonora do Caetano!" E a história é...

... Esse cara.

Caetano Veloso - Essa Cara


Esse cara lá de longe eu já vi, ele não me quer. Ele não te quer. Na escuridão que eu mal pude perceber, o cara eu vi, quase morri, eu já fugi.
Esse cara que me ignorou, mas nem chorou, eu não chorei. Eu corri.
Mas tudo em vão, porque na razão, ele nem ligou. Ele nem quis, era impressão, e não visão.
E quando tudo parecia bem, ele lá, eu aqui, longe. Aproximou.

O fedor de cigarro se tornou intenso de repente. Expremeram os limões e já não enxergavam mais nada. A mesa amarela era tudo que se tinha à frente, e não tinha razão que controlasse qualquer instinto. Não havia emoção, nem sentimento. Fingiram se desconhecer.

Pegou.
Beijou.
(...)

No dia seguinte eu soube: foi o álcool.

Por Darshany L.

Minha batata: quero a história de um cara que chega tarde demais.

11 comentários:

D. disse...

eu sei que não ficou bom, e ele podia ser melhor desenvolvido.

beijos

Aline Dias disse...

ficou bem Darshanyano

D. disse...

isso quer dizer que textos ruins e mal desenvolvidos são darshanyanos?

Aline Dias disse...

não, mala.

texos não-óbvios.

Lari Bernardi disse...

hauahahauhauhauahuhauhhauh

ficou ótimoo!!!
tudo bem que eu tive que ler umas 4 vezes... to muito perdida ultimamente...

;*

Rafael Abreu: disse...

Adorei, e o ritmo é ótimo.

Rafael Abreu: disse...

O mais engraçado é que, umas três horas antes de essa postagem ser publicada, eu comecei a baixar os discos do Caetano. Nunca tinha ouvido a música dele. Baixei o de 1968, Transa e Bicho.

Diego Martins disse...

..rs um texto darshanyano. Mas não ficou ruim, não! Ficou interessante, eu diria.

beijos e queijos.

mOnI disse...

a culpa do alcool.. ótimo! kisses

Thiara disse...

Gostei.
Tem bastante ritmo.

bia de barros disse...

adoro seus versos de ouro, menina.
ops,
seus 'gran finales'.
*;

saudade. ;)