sexta-feira, 14 de março de 2008

A Bela Adormecida, Bêbada e Apaixonada.

"E passo a batata pra quem estiver afim de escrever uma releitura moderna de algum conto de fadas, mas quero a Branca de Neve, A Bela Adormecida ou a Cinderella. E quero alguma música dos Beatles de trilha definitiva e aparente. *só pra mandar vcs assistirem 'Across the Universe'" Aline Dias.

Então, como eu já havia assistido Across the Universe muito antes dela, adoro histórias de princesas e Beatles é uma trilha sonora perfeita, a história é...


Jim Sturgess - All My Loving



... A Bela Adormecida, Bêbada e Apaixonada.

Aurora achou que a festa ia ser simplesmente A festa. Ia fazer 18 anos, enfim. E havia o convidado. Tão óbvio. Era tão óbvio que não importava quem mais estivesse naquele lugar naquela noite, desde que ele estivesse, e seu sorriso ia de orelha à orelha quando pensava nisso. Escolheu o melhor vestido de todas as lojas da cidade. Apenas isso. Deixou o cabelo solto e normal, nenhuma maquiagem, nem nada. Era a chance de saber se ele gostava dela como ela era. Normal. Separou as músicas mais bonitas, e já sabia qual iria tocar quando ele chegasse.

Se ele fosse. Como podia gostar de alguém por tantos meses, e esperar por essa pessoa, sem ao menos saber se ele gostava mesmo dela? Aurora às vezes se perguntava isso, mas sua desculpa para si mesma era de que valia à pena. Valia porque ela sabia que ele era o cara, e ninguém ia tirar isso de sua cabeça. Seu melhor amigo, que era apaixonado por ela, tentava abrir seus olhos, mas era em vão.

Ele não foi. Não foi, e no fundo ela sabia que isso ia acontecer. Estava na cara o tempo todo. Sentiu-se a mais burra das garotas. Decidiu que queria dormir. E não acordar tão cedo. Dormir dormir dormir, e se um dia acordasse, já teria esquecido de tudo. Ninguém viu o que ela tomou naquela noite, mas adormeceu em sua cama e assim ficou...

Dois anos se passaram. Aurora continuava dormindo. Seus amigos não sabiam mais o que fazer. Até que alguém disse que ela parecia a Bela Adormecida. Seu melhor amigo teve a idéia no mesmo instante. Ligou o som, e colocou na música que ela tinha separado para o outro cara. Inclinou-se sobre Aurora e deixou seus lábios tocarem-se levemente. Ela abriu os olhos e ele sussurrou: Close your eyes and I'll kiss you, tomorrow I'll miss you... remember I'll always be true...
– Então era você o tempo todo – ela disse, sorrindo.
– Sim, era eu. E não me importo de você ter demorado para perceber.



Darshany.



ps.: peço desculpas às blogueiras pela demora do texto, e por ele ser simples e superficial, mas nesse momento foi o máximo que consegui fazer.

E eu lanço a seguinte batata: quero que escrevam um novo final para a personagem Alice (Natalie Portman), do filme Closer.


6 comentários:

Aline Dias disse...

eu gostei, bobona.

mOnIk disse...

muito bom seu post ... adorei
li seu comentario num outro blog dizendo q vc gosta de blogs rosa rs... depois da uma passadinha no meu.. ele num é exatamente rosa, mas acho q tem um combinação legal.. vá lá e me diga oq acha ...
abraços!!!

bia de barros disse...

Não poderia ser mais incrível: eu percebi que era você desde o início.
xD

Furmiga disse...

Não sou uma das blogueiras, mas não precisa se desculpar.
Ficou mór legal.
=)
Beeeejo!

Zé do Cão disse...

Passo para desejar

Santa Pascoa.......
Muitas Amendoas.......
Que o folar não falte na mesa....


Para quando o niver?

Bj.

Shelha disse...

darsh sua pateta, ficou legal!

*adorei amúsica
*adorei a bebedeira que não passou
*e adorei o amigo

quaquá!

tá bom, sou suspeita pra falar pq sempre acho tudo legal